Advertisement

Header Ads

Principais Tipos de Sermões Bíblicos.


Classificação dos Sermões.

  Há muitos tipos de sermões e vários meios de classificá-los. Na tentativa de classificá-los, os autores de obras de homilética usam definições diversas que às vezes se sobrepõem. Alguns escritores classificam os sermões de acordo com o conteúdo ou assunto; outros, segundo a estrutura, e ainda outros quanto ao método psicológico usado no momento da apresentação da mensagem. Existem outros métodos, mas talvez o menos complicado seja a classificação em temáticos, textuais e expositivos. 

Definição do Sermão Temático.
   O sermão temático é aquele cujas divisões principais derivam do tema, independentemente do texto.
Isso significa que o sermão temático tem início com um tema ou um tópico, e que suas partes principais consistem em idéias derivadas desse assunto.
   O sermão temático não requer um texto como base de uma mensagem. Isso não significa que a mensagem não seja bíblica, mas que a fonte do sermão temático não é um texto bíblico. Entretanto, para termos a certeza de que o conteúdo da mensagem será totalmente bíblico, devemos principiar com um assunto ou tópico tirado da Bíblia.

Definição do Sermão Textual.

    No sermão textual temos um tipo de discurso diferente do sermão temático. Neste, iniciamos com um texto; naquele começamos com um tema. 
    O sermão textual é aquele em que as divisões principais são derivadas de um texto constituído de umas breve porção da Bíblia. Cada uma dessas divisões é usada como uma linha de sugestões, e o texto fornece o tema do sermão.

  O exame desta definição deixa claro que no sermão textual as linhas principais de desenvolvimento são tiradas do próprio texto. Desta maneira, o esboço principal mantém-se estritamente dentro dos limites de texto.
   
    Definição do Sermão Expositivo.

    O sermão expositivo é o modo mais eficaz de pregação, porque, mas que todos os outros tipos de mensagem, ele, com o tempo, produz uma congregação cujo ensino é fundamentado na Bíblia. Ao expor uma mensagem da Sagrada Escritura, o ministro cumpre a função primária da pregação, a saber, interpretar a verdade bíblica pela própria bíblia. 
O sermão expositivo é aquele em que uma porção mais ou menos extensa da Escritura é interpretada em relação a um tema ou assunto. A mair parte do material deste tipo de sermão provém diretamente da passagem,  e o esboço consiste em uma série de idéias progressivas que giram em torno de uma ideia principal.  

  Examinado esta definição, notamos em primeiro lugar que o sermão expositivo baseia-se em uma "porção mais ou menos extensa da Escritura". A passagem pode consistir em uns poucos versículos ou pode incluir um capítulo inteiro ou até mesmo mais de um capítulo. 
  A definição também afirma que uma porção mais ou menos extensa da Escritura é interpretada "em ralação a um tema ou assunto". O sermão expositivo, portanto, como o sermão temático e o textual, gira em torno de um tema. Mas na mensagem expositiva, esse tema é extraído de vários versículos em vez de um único ou até mesmo de dois. 


Referências. 

Braga James. Como Preparar Mensagens Bíblicas. Editora Vida, 1986. 
    

Faça sua inscrição no blog Creio no Evangelho

Receba as atualizações do blog Creio no Evangelho! Digite seu email aqui...

Postar um comentário

0 Comentários