Advertisement

Header Ads

O que é o Tribunal de Cristo?




Paulo refere-se ao Tribunal de Cristo usando a palavra grega  βημα  = bema  (2 Co 5.10). O bema era uma tribuna ou plataforma utilizada por pessoas de destaque, como os governantes e juízes que se assentavam para fazer discursos (At 12.21) jugar os casos (At 18.12-17) e, premiar os vencedores de competições atléticas.
O Tribunal de Cristo é um lugar onde todos os crentes salvos serão julgados por Cristo. Não se trata do julgamento final dos incrédulos [ Rv 20.11-15]. No Tribunal de Cristo ocorrerá um julgamento de obras e não para a condenação, a recompensa dos crentes no céu dependerá das obras que realizarem em favor do Reino de Deus aqui na terra [ 1 Co 5.5, Mt  25.14-30,   2 Co 5.10, Ef 2. 10,  2 Tm 4.8, ].
Em 2 Coríntios 5.10, Paulo fala sobre o julgamento de todos os crentes: “Porque todos devemos comparecer ante o Tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal”. O julgamento dos justos levará a recompensas maiores ou menores , em proporção à fidelidade de cada um [Lc 19.11-27]. Algumas recompensas ou galardões estão descritos no quadro abaixo:
1.    Coroa incorruptível [ 1 Co 9.25]
2.    Coroa da justiça [2 Tm 4.8]
3.    Coroa da vida [ Ap 2.10]
4.    Coroa da glória [ 1 Pe 5.4]
5.    Coroa de júbilo [ 1 Ts 2.19]
Nem todos receberão a mesma recompensa. Os serviços prestados ao reino serão testados para determinar a extensão desta recompensa. A bíblia também ensina que podemos perder parte da recompensa anteriormente adquirida. Leia 1 Co 3.10-15:
Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, a obra de cada um se manifestará; na verdade, o Dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo”.
OBSERVE QUE O FOGO PROVARÁ QUAL SEJA A OBRA DE CADA UM (CRENTE), MAS NO FINAL, TODAVIA, O SANTO SERÁ SALVO. À luz do contexto local (e de toda a Bíblia), nada afeta o verdadeiro salvo, da dispensação das assembleias, quanto à segurança da salvação: a passagem se refere ao fogo dos TESTES da fé e às obras da fé e fidelidade, e não ao fogo do inferno; e se refere ao recebimento ou não, e aos tipos, das RECOMPENSAS E GALARDÕES dos salvos.
O Tribunal de Cristo será um lugar de recompensas para uns e de perdas para outros. Entretanto, mesmo aqueles que forem minimamente recompensados certamente certamente se regozijarão. Paulo retifica:
“ Portanto, nada julgueis antes de tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas e manifestará os desígnios dos corações; e, então cada um receberá de Deus o louvor” [ 1 Co 4.5].
O Senhor mede a MOTIVAÇÃO do CORAÇÃO (fruto do amor e fidelidade a Deus), não a realização exterior (fruto do talento, educação, meios, oportunidades, etc.). Deus busca fidelidade, não habilidade. À luz disto e de todo o capítulo de 1Co 3:
A) Pastores famosíssimos, eloqüentíssimos e aparentemente com enormes resultados, mas que têm vaidade no coração e motivos imperfeitos, receberão nenhum ou pequeno galardão.
B) Crentes desprezados (limpadores de latrina, ou incapacitados de alguma forma) poderão receber os maiores galardões, se faziam tudo que podiam (até um surdo- mudo- cego- tetraplégico pode orar e adorar intimamente), com coração perfeito.


Fontes:
[1] Bíblia de Estudo Pentecostal.
[2]  Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica. 2º Ed. CPAD, Rio de Janeiro, 2009.
[3] Comentário Judaico do Novo Testamento. 1º Ed. Atos, São Paulo, 2008.

Faça sua inscrição no blog Creio no Evangelho

Receba as atualizações do blog Creio no Evangelho! Digite seu email aqui...

Postar um comentário

0 Comentários