Advertisement

Header Ads

A ceifa e os ceifeiros

Jesus realizava o seu primeiro ano ministerial. Por isso, utilizava todos os meios possíveis a fim de preparar, da melhor maneira os que substituiriam na evangelização mundial. Um exemplo, é que após a Páscoa em Jerusalém, Jesus seguiu para a Galileia pelo caminho mais curto, propositadamente por dentro de Samaria, para demostrar aos seus discípulos que na matéria de evangelização não existe acepção de pessoas, não existe preconceito nem orgulho. Outro judeu dá época não passaria por Samaria, escolheria o caminho mais longo, pois não queria ter contato com os samaritanos. Quando Jesus encontrou-se com a samaritana, ficou evidente pela admiração dos seus discípulos (Jo 4.37), (ainda que eles não compreendessem), que o Filho de Deus não era preconceituoso e que o Rabi, veio justamente salvar e buscar aqueles que se haviam perdidos (Lc 19.10) de todas as tribos línguas e nações.
 Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos, e vede as terras que já estão brancas para a ceifa (Jo 4.350
Era uma época do ano, em que os discípulos aguardavam a colheita dos cereais ainda para quatro meses. Eles, esperavam colher o trigo material, mas para Jesus, o trigo espiritual, as pessoas, já estavam prontas para cerem colhidas para o Reino de Deus. Era uma verdadeira aula de evangelismo, eles nada viam além do material, Jesus, porém, mandou que eles levantassem a cabeça abrissem os olhos espirituais para contemplar as almas perdidas, desejosas de ouvirem a mensagem do Evangelho. Jesus estava com isso preparando os seus discípulos para entrar em ação, logos após a sua morte e ressurreição, como colhedores de muitas almas para Deus (Mc 4.29)
Os trabalhadores, deveriam saber qual seria o seu salário, Jesus jamais aceitaria que alguém trabalhasse em sua Seara, sem receber uma recompensa pelo seu trabalho. Assim, ele prometeu (suas promessas não podem falhar) que voltaria para recompensa-los, afim de galardoar os que lhe serviram (Cl 3.24; Hb 10.35,36).
Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão. Quem sai  andando  e chorando, enquanto semeia, voltará  com júbilo,  trazendo  os seus feixes. (Sl 126.5)

Aqui, é, onde existe a grande diferença entre aqueles que plantam e colhem para essa vida e aqueles que ceifam para desfrutarem na eternidade. Muitos, nessa lida, choram constantemente, mas serão consolados, e, outros que estão desapercebidos apenas desfrutando e se deleitando do que é material sem valorizar a grande colheita poderão chorar na vinda de Jesus, pois têm vergonha de falar a seus amigos, vizinhos e familiares, que Jesus cura, liberta, salva e batiza com o Espírito Santo. 

Faça sua inscrição no blog Creio no Evangelho

Receba as atualizações do blog Creio no Evangelho! Digite seu email aqui...

Postar um comentário

1 Comentários