Advertisement

Header Ads

O Sábado é a sombra, Jesus a realidade.

FOTO: http://adventismonamiradaverdade.blogspot.com.br/
Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo. (Cl 2.16-17)
Meus queridos, resolvi escrever sobre esse tema, pois, creio que ainda existem na mente da maioria dos irmãos e, principalmente da dos novos convertidos dúvidas sobre qual é o real significado do sábado. Algumas denominações, afirmam que o sábado além de ser um sinal entre toda a humanidade e Deus, é o ponto principal de lealdade cristã para com o Criador, sendo assim, a pedra angular da salvação. Logo, deve ser observado por todos como um dia de descanso e culto cristão.
Será mesmo isso que o sábado dado aos Israelitas após a saída deles do Egito, representava para os cristãos, para a igreja de Cristo? Ou o sábado, era apenas uma sombra de uma realidade mais profunda e maravilhosa que havia de vir? Você quer se aprofundar no real significado do descanso para a igreja? Então, acompanhe a postagem até o final, sempre analisando tudo e retendo o bem.
1. O descanso de Deus.
Quando lemos o relato bíblico da criação, vemos que Deus criou o mundo em seis dias e no sétimo, havendo terminado a sua obra criadora, entrou no seu descanso, “o descanso de Deus”.
Percebemos, por uma leitura atenta das Escrituras Sagradas, que o dia do descanso de Deus, foi um dia diferenciado dos outros. Em, todos os outros dias, desde o dia primeiro ao dia sexto, lê-se que “houve tarde e manhã”, mas, ao chegar no sétimo dia, ou no dia do descanso de Deus a expressão não aparece mais. Será que o escritor registrou-a por seis vezes, apenas como mera repetição e, a omitiu ao chegar no sétimo por acaso? Creio, que não.  Os seis primeiros dias, foram dias completos de 24 horas.  Mas, o sétimo dia de Gn 2.2, o descanso de Deus, foi o descanso que começou no sétimo dia da criação e não terminou mais (embora, Deus trabalhe ainda em favor da humanidade Jo 5.17).
2. Entrando no descanso de Deus HOJE.
O escritor aos hebreus, usa dois capítulos inteiros, a saber os capítulos 3 e 4 para falar sobre a necessidade de os cristãos salvos, entrarem no mesmo descanso de Deus. E, para isso usa como exemplo aqueles (Judeus), que não conseguiram entrar no descanso, embora, fossem ferrenhos observadores do sábado semanal de 24 horas.
Hebreus 3:12-19
12 Cuidado, irmãos, para que nenhum de vocês tenha coração perverso e incrédulo, que se afaste do Deus vivo. 13 Pelo contrário, encorajem-se uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama "hoje", de modo que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado,14 pois passamos a ser participantes de Cristo, desde que, de fato, nos apeguemos até o fim à confiança que tivemos no princípio. 15 Por isso é que se diz: "Se hoje vocês ouvirem a sua voz, não endureçam o coração, como na rebelião".
16 Quem foram os que ouviram e se rebelaram? Não foram todos os que Moisés tirou do Egito? 17 Contra quem Deus esteve irado durante quarenta anos? Não foi contra aqueles que pecaram, cujos corpos caíram no deserto? 18 E a quem jurou que nunca haveriam de entrar no seu descanso? Não foi àqueles que foram desobedientes? 19 Vemos, assim, que foi por causa da incredulidade que não puderam entrar.

Hora, se os que Moisés tirou do Egito, apesar de guardarem o sábado semanal, não puderam entrar no descanso de Deus, LOGO, O DESCANSO DESCRITO PELO ESCRITOR, NÃO É UM DIA COMUM DA SEMANA. Mas, que descanso, ou sábado é esse? É, um sábado que se entra pela fé, envolve a mensagem do Evangelho. Em que dia da semana? No dia que se chama HOJE: “Se hoje vocês ouvirem a sua voz, não endureçam o coração, (V, 15)” ou seja, todos os dias, Deus nos convida a entrar non seu descanso. 
O que sabemos até agora sobre o descanso de Deus na criação?
1. Apesar de guardarem o sábado semanal, os filhos de Israel não entraram neste descanso.
2. Este descanso envolve a fé e a mensagem do evangelho.

3. Este descanso começou no sétimo dia da criação e não terminou (Gn 2:2 não registra "tarde e manhã", como nos últimos 6 dias de Gênesis 1).

4. Este descanso é "Hoje" (todos os dias), não apenas uma vez por semana.
3. Que é o descanso de Deus e como entrar nele?
O descanso de Deus, que a Palavra nos convida a entrar, como vimos, não é um dia comum da semana. O descanso, de que se trata, é em suma, o descanso dos crentes em Jesus Cristo (Mt 11.28-29), e, também o celestial.
Em Jesus, porque, está escrito que NÓS O QUE TEMOS CRIDO ENTRAMOS NO REPOUSO (Hb 4.3a) e, que Josué não deu o verdadeiro repouso para o povo de Deus (Hb 4:8). Pois, Deus, pela boca dos profetas falou de outro dia em que o seu povo iria entrar nesse descanso. O HOJE, que é PELA FÉ.
Hebreus 4:8-13
Porque, se Josué lhes tivesse dado descanso [10], Deus não teria falado posteriormente a respeito de outro dia. 9 Assim, ainda resta um descanso sabático [11] para o povo de Deus; 10 pois todo aquele que entra no descanso de Deus, também descansa das suas obras, como Deus descansou das suas. [12] 11 Portanto, esforcemo-nos por entrar nesse descanso, para que ninguém venha a cair, seguindo aquele exemplo de desobediência. [13]
E, o messias, Jesus Cristo, já havia convidado toda humanidade para descasar Nele próprio:
Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". (Mateus 11:28-30) 
Portanto, partindo de Cl 2.16-17, onde é dito que o sábado é uma sombra das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo, aprendemos que a essência da observância do sábado apontava para o descanso em Jesus Cristo. Mas, descansar de que? Das tentativas de tentar alcançar a salvação pelas nossas obras.
Nossa natureza humana pecaminosa nos faz querer "trabalhar" durante nossa caminhada rumo ao céu para "ganhar" ou "merecer" a salvação! Basta sermos bons o suficiente para ganharmos graça diante de Deus, certo? Não, não é assim! Deus deu 613 mandamentos através de Moisés para provar que toda a humanidade é pecadora, culpada e incapaz de atingir os padrões exigidos por Deus (Rm 3:19). Se apenas uma pessoa pudesse guardar todas elas, então essa pessoa seria digna, mas nenhum de nós é de algum modo justo. Nossas tentativas de obediência apenas mostram o quão desobediente realmente somos. [Hélio S.Júnior]
E, também o descanso celestial, pois esse descanso que Deus vem desfrutando desde a criação do Universo é também promessa para os crentes fies entrarem, no repouso eterno, no céu (Jo 14. 1-3), após a morte ou quando do arrebatamento.
Entrar nesse repouso final significa o cessar do labor, dos sofrimentos e da perseguição, tão comuns em nossa vida nesta terra (Ap 14.13), significa participar do repouso do próprio Deus e experimentar eterna alegria, deleite, amor e comunhão com Deus e com os santos redimidos. Será um descanso sem fim.
E nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor, Deus Todo-poderoso, e o Cordeiro.  E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a tem alumiado, e o Cordeiro é a sua lâmpada. E as nações andarão à sua luz, e os reis da terra trarão para ela a sua glória e honra.  E as suas portas não se fecharão de dia, porque ali não haverá noite. E a ela trarão a glória e honra das nações.   E não entrará nela coisa alguma que contamine e cometa abominação e mentira, mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro. (Ap 21.22-27)
Só vai entrar nesse repouso celestial de Deus os que aqui na terra já repousam completamente em seu filho Jesus Cristo. Você já encontrou descanso em Cristo?

Faça sua inscrição no blog Creio no Evangelho

Receba as atualizações do blog Creio no Evangelho! Digite seu email aqui...

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Adorei o post! Faz tempo que queria um explicação mais profunda do porque desse 'sabado santo'. Foi esclarecedor. Obrigada.

    ResponderExcluir