Advertisement

Header Ads

Lenços consagrados pelo Benny Hinn - Valor 100,00 reais.










A que ponto têm chegado as igrejas do presente século? Acordar pela manhã, ligar a televisão e ver o mercantilismo em nome de Deus é triste e angustiante. A unção não se vende não se compra, recebemos de graça, com graça sobre graça, quando algum pastor ou alguma igreja se propõe a mercantiliza-la está se desviando dos ensinos de Cristo e dos apóstolos encontrados na Bíblia. 

No Brasil não é novidade que em nome de Deus muitos que se alto intitulam "apóstolos” têm vendido lenços, toalhas, rosas e outros objetos com o pretexto de os mesmos estarem ungidos e terem o poder de curar, libertar e salvar as pessoas. Agora, eles contam com o auxilio de um mestre nessa arte de vendas de produtos supostamente ungidos, estou falando do Pr americano Benny Hinn que aqui no Brasil fez parceria com apóstolo Agenor Duque. Agenor, trouxe Hinn ao Brasil em Fevereiro de 2013, onde ele ministrou no ginásio da Portuguesa em São Paulo (Veja aqui), de lá para cá a igreja Plenitude tem divulgado muitos vídeos da visita do Benny Hinn e, até estão ofertando lenços "ungidos" no valor de 100,00 reais.  Você pode assistir na sexta feira pela manhã pois o apóstolo Agenor também tem um programa de TV onde oferece os lenços e mostra vídeos do Pr Benny ungindo-os. 

Antes de prosseguir nessa postagem onde pretendemos pela graça de Deus refutar essa prática, quero deixar claro que não tenho a intenção de denegrir a imagem de ninguém, pessoa, igreja ou qualquer entidade religiosa, sou de Cristo e sei muito bem que isso é errado. Mas não sou impedido pela lei dos homens e nem pela Lei de Deus, de me manifestar a favor ou contra qualquer assunto. E hoje uso desse direito para me manifestar contra essa prática que a meu ver é um tipo de mercantilismo em nome de Deus.

Pois bem, quem se utiliza dessa prática para ganhar dinheiro através da fé e falta de conhecimento das pessoas, usa a própria Bíblia para faze-lo, o texto mais usado por eles é o que se encontra em Atos dos Apóstolos:

E Deus pelas mãos de Paulo fazia maravilhas extraordinárias. De sorte que até os lenços e aventais se levavam do seu corpo aos enfermos, e as enfermidades fugiam deles, e os espíritos malignos saíam." (Atos 19:11,12) 

Não precisamos ser teólogos ou doutores no estudo bíblia, para perceber que a refutação à essa prática se encontra no próprio contexto da passagem bíblia usada por eles. Se você observar o contexto dessa passagem perceberá que o que é feito hoje é totalmente contrário ao que aconteceu, 

PAULO NÃO VENDIA E NEM PEDIA OFERTA EM TROCA DOS LENÇOS, ELE TAMBÉM NÃO FEZ NEM MENCIONOU ALGUM TIPO DE ORAÇÃO PARA UNGIR OS LENÇOS

nenhum objeto em si tem poder algum para fazer milagres, a unção não estava no objeto mais Deus tinha ungido Paulo com Espírito Santo, a unção não estava no cajado de Moisés mas Deus estava em Moisés através do Espírito Santo, pois Deus não habita em templos feitos pelos homens (At 17.24). Quem usa essa prática afirma que é para que a fé das pessoas seja despertada, mas que diz a Bíblia? A fé é despertada pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus (Rm 10:17), a fé não é fundamentada em coisas visíveis, como lenços, aventais, rosas, vassouras e etc, ora a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e prova das coisas que não se veem (Hb 11.1-2). 

Outro erro gritante dessa prática é o que diz respeito à unção. No Antigo Testamento era usado o azeite da unção para ungir pessoas, reis, sacerdotes e profetas pois tinham serviços especiais para realizar para Deus:

A Jeú, filho de Ninsi, ungirás rei sobre Israel e também Eliseu, filho de Safate, de Abel-Meolá,ungirás profeta em teu lugar. (1Rs 19.16)Tomou Samuel o chifre do azeite e o ungiu no meio de seus irmãos; e, daquele dia em diante, o Espírito do SENHOR se apossou de Davi. Então, Samuel se levantou e foi para Ramá. (1Sm 16. 13)Também ungirás Arão e seus filhos e os consagrarás para que me oficiem como sacerdotes. (Ex 30. 30)

Também eram ungidos objetos que seriam usados SOMENTE NO SERVIÇO  DO TABERNÁCULO, o Espírito Santo não passava a habitar nos utensílios do Tabernáculo mas identificava-os como separados para o uso sagrado  conforme está escrito:

E tomarás o óleo da unção, e ungirás o tabernáculo e tudo o que nele está, e o consagrarás com todos os seus pertences; e será santo.” (Ex 40. 9) 

Todo estudante da bíblia sabe que o óleo da unção era usado com finalidades específicas como você pôde ver pelos textos  citados,  mas que ele representava ? Era um símbolo da unção pelo Espírito Santo  que na Nova Aliança UNGE PESSOAS. Os símbolos rituais não são mais necessários na Nova aliança, uma vez que Jesus (O Ungido) é a unção definitiva que nos leva a viver em obediência. 

Quanto a vós outros, a unção que dele recebestes permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é falsa, permanecei nele, como também ela vos ensinou.” (1Jo 2. 27) 

Nos recebemos a unção diretamente de Cristo. Quem tem a verdadeira unção você que recebeu Cristo e o Seu Espírito Santo ou os lenços do Pr Banny Hinn? Pense nisso.




Faça sua inscrição no blog Creio no Evangelho

Receba as atualizações do blog Creio no Evangelho! Digite seu email aqui...

Postar um comentário

0 Comentários