Advertisement

Header Ads

Os Significados Espirituais no Livro de Levítico – Capítulo 1: vs 1-3.


Muitas pessoas consideram o Livro de Levítico difícil de ser lido. Geralmente quando essas pessoas começam a ler a Bíblia e chegam no Livro de Levítico, acabam desistindo de ler toda a Bíblia. O livro de Levítico carrega significados espirituais importantíssimos para a igreja e pode ser considerado um manual que nos ensina como prestar adoração a Deus e, como se chegar a Ele.


O comentarista Beacon, na sua introdução ao livro de Levítico diz que o livro é um tipo de manual dado aos sacerdotes e ao povo de Israel para que soubessem fazer a adoração exigida pelo concerto de maneira eficaz e aceitável ao Deus de Israel. Levítico é um manual de como cultuar a Deus. Há também instruções diversas sobre como viver de forma que tal adoração seja aceitável ao Senhor, o Deus do concerto. O livro pode assim ser entendido:

1. Não é possível comunhão com Deus exceto com base na expiação do pecado.
2. O homem não pode expiar os próprios pecados e sozinho chegar-se a Deus. Faz-se necessário um mediador.
3. O culto deve ser de acordo com o plano divino, as orientações de Deus.
4. O homem não pode se aproximar de Deus de mãos vazias. Deus faz estipulações rígidas sobre o que lhe agrada.
5. As pessoas que andam com Deus devem ser santas, porque Ele é santo.
6. A comunhão com Deus envolve o compromisso da vida total.

Levítico apresenta portanto o plano de Deus para ensinar o seu povo escolhido a se aproximar dEle, de maneira Santa e, de forma correta para o adora-lo. O capítulo 1:1 por exemplo, diz que o SENHOR falou com Moisés da “’Tenda da Congregação”. A tradução mais correta, sugerida pela maioria dos estudiosos dos textos originais é “Tenda do Encontro” pois o termo no hebraico é “mow ied” que quer dizer lugar determinado, tenda do encontro, lugar de reunião. Espiritualmente entendemos que quando o Espírito Santo nos impulsiona para ir à igreja, ou a oração por exemplo é porque Ele já marcou o encontro e tem algo para nos revelar através de sua Palavra.

O capítulo 1:2, fala que os filhos de Israel deveriam oferecer “ofertas” ao Senhor quando fossem ao tabernáculo, a Tenda da Congregação ou ao encontro. Quando se fala de ofertas logo pensamos em dinheiro, mas a palavra original para oferta é “qorban” e, o significado mais completo é tudo aquilo que levamos a Deus. Levítico toma por certo que quando os homens se achegam a Deus, devem levar algo.

O versículo 3 fala das ofertas de Animais, especificamente gado ou boi, segundo Scofield isso tipificava Jesus Cristo, como o Servo paciente e sofredor (Hb 12.2,3) tipifica também a obediência de Cristo (Is 52.13-15). Assim também devemos ser diante dEle, servos e obedientes. Jesus disse: Pois qual é maior, quem está à mesa, ou quem serve? porventura não é quem está à mesa? Eu, porém, estou entre vós como quem serve (Lc 22:27), assim como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos (Mt 20.28). 

A oferta também tinha que ser sem defeito, perfeita (v.v.3) entendemos aqui que Deus só recebe o melhor. Ofereçamos, portanto, o nosso melhor louvor, a nossa melhor adoração, comportemo-nos da melhor forma, sejamos o mais reverente possível etc, para se chegar a Ele.

Sabemos que as expressões usadas em Levítico não são bem familiares para nós como as encontradas no Novo Testamento, mas os princípios são notavelmente os mesmos, princípios de adoração, princípios de reverencia e santidade, era um tipo que apontava um caminho ainda mais excelente, um caminho elucidado em Cristo e seu novo concerto.

Faça sua inscrição no blog Creio no Evangelho

Receba as atualizações do blog Creio no Evangelho! Digite seu email aqui...

Postar um comentário

0 Comentários