Advertisement

Header Ads

Josué e as vestes da salvação.



Josué e as vestes da salvação.
(Zacarias 3:1-4)

INTRODUÇÃO.

Contexto Histórico: Zacarias, cujo nome significa ``O SENHOR se lembra``, foi um dos profetas do período pós-exílio, um contemporâneo de Ageu. A Bíblia, em 2 Cr 36:16-20, relata que quando a nação de Israel, rejeitou os mensageiros de Deus e as suas palavras, o SENHOR permitiu que os babilônios, invadissem Jerusalém. Eles puseram fogo no templo do Senhor e, derrubaram as muralhas da cidade de Jerusalém e queimaram todos os palácios. Os israelitas que sobreviveram foram levados como prisioneiros para a Babilônia pelo rei Nabucodonosor.

Deus revelou aos profetas Jeremias, Daniel e a Zacarias que o tempo do exílio seria de 70 anos (Jr 25:11; Dn 9:2; Zc 1:12). Após esse período, os israelitas voltariam para sua terra natal, para RESTAURAR o Templo e a cidade.

Cerca de 50.000 israelitas, retornaram para Jerusalém sob a liderança de Zorobabel (filho de Salatiel), governador e de Josué (filho de Jozadaque) sumo Sacerdote (Ag 1:1). Eles estavam encarregados de restaurar a nação, tanto no aspecto político e social como no aspecto religioso.

I.             Conteúdo do livro de Zacarias.

O livro do profeta Zacarias começa com um forte chamado do SENHOR para o povo se arrepender e se voltar verdadeiramente para Deus.  É composto de uma série de oito visões, nas quais Deus revela o seu amor e cuidado para com o seu povo. Por tanto, o livro fala sobre RESTAURAÇÃO.

II.        Cristo Revelado.

Zacarias, juntamente com Isaias, foram os profetas que mais profetizaram sobre o Messias. Zacarias apresentou Jesus como:

·        O homem cujo nome é Renovo (Zc 3:8, Zc 6:12)
·        O verdadeiro Pastor (Zc 11:4-11)
·        O home que foi traído por 30 moedas de prata (Zc 11: 12-13)
·        O rei pobre e humilde que entrou em Jerusalém montado em um jumentinho (Zc 9:9)
·        O homem que foi perfurado com uma lança (Zc 12:10)

      III.       A quarta visão do profeta Zacarias – O Tribunal 

O capítulo três, descreve uma cena de um tribunal, no qual Josué era o acusado, Deus o Juiz, Satanás o acusador e Jesus Cristo (na figura do Anjo do SENHOR), o advogado fiel que restaura a glória de Deus no meio de seu povo.

a) Zacarias, viu o Sumo Sacerdote Josué diante do anjo do SENHOR. Ele estava diante do anjo do SENHOR para ministrar como representante de todo o povo israelita, afim de oferecer sacrifícios pelos pecados da nação.

b) O acusador: Zacarias ver também, Satanás à direita de Josué para se opor a ele. A Bíblia mostra o adversário de Deus como o acusador de nossos irmãos (Apocalipse 12:10; Jó 1-2). O diabo é o mestre da acusação.   O verso três, mostra a acusação: ``Ora Josué vestido de vestes sujas estava em pé diante do anjo. `` As vestes sujas, simbolizam o pecado. Satanás estava acusando Josué (e a nação de Israel) de ter pecado contra Deus, de não ser digno de estar ali na presença de Deus. 

c) O Defensor: Enquanto o adversário apontava para contaminação de Josué, que simbolizava a contaminação de todo o povo de Israel, e insistia que O Deus Santo condenasse Josué e o povo corrompido, O anjo do SENHOR, (uma manifestação teofânica de Jesus no AT, O PRÓPRIO JESUS PRÉ-ENCARNADO), se interpôs, a favor de Josué e disse: O SENHOR te reprenda Satanás, o SENHOR que escolheu Jerusalém o repreenda (Zc 3.2)

III – O argumento da defesa (amor e graça)

O SENHOR escolheu. O anjo do SENHOR, tomou por base a graça eletiva de Deus, Deus havia escolhido Jerusalém por AMOR E GRAÇANÃO POR SUAS OBRAS. Deus não nos escolheu por causa dos nossos méritos, mas nos escolheu apesar de nossas falhas - Deus não escolheu você porque viu bondade suficiente, ele escolheu você apesar de sua maldade. Deus não escolheu você pela sua Santidade, mas apesar de seus pecados, por AMOR E GRAÇA Ele te escolheu. E, ele fez isso entregando seu próprio filho para morrer pelos pecadores na Cruz do Calvário. Paulo escrevendo aos Romanos diz: 

Deus demostra o seu amor para conosco porque Cristo morreu por nós quando ainda éramos pecadores (Rm 5:8) 

Uma vez que foi Deus que nos escolheu – Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os Justifica. Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós (Rm 8:33,34).

IV – A sentença do Juiz

A Bíblia ensina: se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça (1 Jo 1:9).

A resposta de Deus à acusação de Satanás foi a sentença de absorção, o perdão e a justificação de Josué. Deus ordenou aos seus anjos: ``Tirai-lhe as vestes sujas`` (v4a). E, a Josué Deus disse: ``Eis que tenho feito com que passe de ti a tua iniquidade e te vestirei de vestes novas`` (v4b).

As vestes novas representam as vestes de salvação e o manto de retidão e justiça (Is 61:10), não por méritos próprios (Josué nada fez), mas, pelo Sangue de Cristo vestido na Cruz. Paulo declarou: ``Se alguém está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas já passaram e tudo nele se fez novo`` (2 Co 5:17).

V – Conclusão.

Josué o sacerdote foi acusado, mas pela Graça e Amor do Pai celestial e por meio de Cristo foi perdoado e justificado.

Faça sua inscrição no blog Creio no Evangelho

Receba as atualizações do blog Creio no Evangelho! Digite seu email aqui...

Postar um comentário

0 Comentários